Como desenhar cursos

Como desenhar cursos online, presenciais e híbridos?

Veja, a seguir, como desenhar cursos online, presenciais e híbridos para a sua instituição de ensino.

A existência de cursos, sejam eles de graduação ou não, é de grande importância para a constante evolução acadêmica e profissional das pessoas, nos dias de hoje. Dentre as principais razões pelas quais alguém busca inscrever-se num curso, está o aprimoramento e o crescimento pessoal, além da busca por novas oportunidades profissionais e que podem ser muito úteis em um futuro próximo.

Atualmente, e devido à pandemia, os cursos que estão em alta no Brasil, até mesmo em detrimento de sua capacidade de transmissão online, são os de cunho híbrido e online. Estes modelos de estudo disponibilizam, inclusive, uma maior acessibilidade e também o alcance de um grande número de pessoas. 

Ao contrário do que muitos acreditam, porém, o papel da tecnologia não é substituir o modelo de aprendizagem tradicional, mas sim aprimorá-lo e torná-lo mais eficiente perante os estudantes. Veja, a seguir, as principais diferenças entre os cursos online, presenciais e híbridos, bem como desenhá-los para atender a demanda educacional de nosso país.

E qual a principal diferença entre os cursos online x presenciais e híbridos?

Cursos Presenciais

A modalidade de cursos presenciais é a mais tradicional do mercado educacional brasileiro. Afinal, por meio deste modelo de aprendizagem, todo o conteúdo do curso é exibido fisicamente em sala de aula, onde estudantes e professores reúnem-se periódica ou diariamente para a transmissão de conhecimento e conteúdo. 

Os horários de aula dos cursos presenciais costumam seguir o calendário e respeitam o turno do curso, que pode ser matutino, vespertino ou noturno. 

Como um dos principais requisitos para a aprovação dos estudantes, está a frequência. O aluno precisa atingir pelo menos 75% de presença física nas aulas, contabilizada a partir da presença em sala de aula.

Cursos Online

Já a modalidade de curso online envolve aulas ao vivo e que costumam acontecer no mesmo dia e horário que seriam as aulas presenciais. Neste modelo de aprendizagem, as aulas podem ser gravadas, mas a ideia é ter o mesmo conteúdo e a mesma dinâmica do ensino presencial em sala de aula. 

Espera-se que o estudante consiga, mesmo online, cumprir o seu plano de atividades e interagir durante a aula por meio de fóruns e grupos de interação. 

Nesta modalidade de cursos online, as avaliações são feitas por todos os estudantes ao mesmo tempo e por meio digital, de acordo com o conteúdo abordado em sala de aula.

Cursos Híbridos

A modalidade de ensino híbrido, porém, é uma mescla  do ensino online e presencial. Assim, geralmente, o estudante recebe, por meio de uma plataforma online da instituição, o conteúdo teórico dado para preparar-se para o encontro presencial com o professor, aproveitando o momento para discutir e interagir com os demais estudantes. 

A partir desse modelo de ensino, o aluno cria a sua própria autonomia, uma vez que pode buscar o conhecimento através de outros recursos e materiais.

O propósito do modelo de ensino híbrido é explorar a tecnologia e inseri-la de uma forma ativa nos conteúdos da aula, tornando as disciplinas muito mais interessantes. 

Mas afinal, quais os benefícios dos cursos online x presenciais e híbridos para uma instituição?

Cursos Presenciais: 

Dentre os inúmeros benefícios dos cursos presenciais, está uma interação mais direta e próxima com o conteúdo e com os professores. Um grande exemplo da extrema importância dos cursos presenciais é o curso de robótica. Afinal, aprender a mexer com robótica, apenas na teoria, não costuma ser tão eficiente quanto o aprendizado presencial e com a interação dos demais alunos. 

Nos cursos presenciais também é possível uma aproximação maior com os educadores, com o fim de impossibilitar que as dúvidas dos alunos fiquem sem respostas. No modelo de cursos presenciais, o educador pode ir até a mesa do estudante para sanar dúvidas, além da própria interação com os outros estudantes servir para ajudar na compreensão geral da matéria.

Cursos Online:

Já os cursos online trazem mais dinamicidade para as aulas, uma vez que você não precisa estar em determinado local para utilizar as metodologias ativas e pode aproveitar uma aprendizagem digital com maior flexibilidade. Na grande maioria dos casos, os cursos online também apresentam, como característica, a economia e costumam ser mais acessíveis para os estudantes.

A economia também é estendida para o transporte, a alimentação e, principalmente, para os materiais didáticos, já que boa parte destes vão estar disponíveis digitalmente. Assim, as aulas e conteúdos podem facilmente ser atualizados. 

Cursos Híbridos: 

São muitos os benefícios dos cursos híbridos como, por exemplo, um maior engajamento dos alunos, devido à sua flexibilização de carga horária, e também a autonomia proposta aos estudantes, que podem contar com conteúdos e recursos externos para garantir sua aprendizagem. 

Os cursos híbridos permitem, ainda, que as instituições de ensino utilizem as diversas metodologias de ensino disponíveis como, por exemplo, a gamificação e que possibilita o uso de jogos eletrônicos ou lúdicos para que os alunos tenham interesse na matéria e interajam com os estudantes em sala de aula.

Como desenhar, com eficiência, os cursos presenciais para uma instituição?

O primeiro passo é ter um projeto em mente. É de extrema importância que, antes mesmo de criar o curso, a instituição avalie o orçamento disponível, bem como os temas a serem abordados e os objetivos a serem alcançados com o projeto. A partir dessas ideias, fica bem mais fácil organizar os próximos passos.

O segundo passo é ter um cronograma bem definido e pensar em características como o tempo de duração, os horários disponíveis (pensando ainda no público-alvo) e a periodicidade de cada aula. Outro passo bastante importante é  saber escolher os profissionais que irão trabalhar dentro destes cursos para que os gestores não tenham dores de cabeça depois.

E quanto aos cursos online e híbrido?

O primeiro passo é ter muito bem setado o conteúdo e o público-alvo que vai acessá-lo. Uma preparação do material didático também é fundamental, bem como produzir tudo com muito cuidado, seguindo a estratégia pré-definida e buscando sempre fontes confiáveis e de qualidade e contando, até mesmo, com a ajuda de pessoas especializadas na área.

O segundo passo é entender o público-alvo do curso, assim os gestores e educadores poderão adaptar horários e conteúdos, direcionando melhor a aprendizagem.Outra etapa bastante importante é escolher os recursos digitais que melhor atendem a proposta do curso. 

A Future Education e o seu papel em sala de aula

Somos uma escola digital focada em habilidades relacionadas ao futuro da aprendizagem. Alcançamos este objetivo oferecendo certificações e cursos que ajudam as pessoas e as organizações a usarem a aprendizagem para habilitar novas estratégias, capacidades e narrativas de crescimento que sustentem o desenvolvimento de sociedades mais justas, igualitárias e prósperas.

Dentre as opções de cursos para aprimorar a aprendizagem digital dos seus estudantes, a Future Education oferece o “Mudança de mentalidade: do ensino para a aprendizagem”, no qual você aprende a conduzir uma mudança de mentalidade do ensino para a aprendizagem e o “Metodologias ativas para cursos online e híbridos”, onde você desenvolve novas habilidades para ministrar aula e facilitar processos de aprendizagem.

Estão disponíveis também os cursos de “Desenho de cursos online, presenciais e híbridos”, no qual você aprende a desenhar processos de ensino-aprendizagem eficazes e com garantia da qualidade da aprendizagem e, por fim, o “Tecnologias para a aprendizagem ativa”, que irá te auxiliar a aprender novas tecnologias para aplicar em sala de aula presencial, híbrida ou online.

Aprenda a garantir o aprendizado centrado no aluno, utilizando metodologias ativas, novas estratégias, tecnologias e métodos de ensino-aprendizagem inovadores. Acesse o site e fale com um dos nossos consultores!

Leave a Comment